A origem da vida

Quando a vida começa?

É algo difícil de responder. Para cada cultura, cada religião e até mesmo para cada cientista a resposta é diferente.

Os católicos consideram que é a partir do momento da concepção, os judeus que é quando ocorre o nascimento, tribos afriacanas acham que é quando a criança completa 3 anos de idade!! Entre os cientistas existem discussões, para os neurologias é quando o sistema nervoso é formado, para especialistas em fertilização é quando esta ocorre.

Dependendo da opinião que se tem certas coisas são aceitas ou não, como o aborto, por exemplo.

                       

                     ABORTO

– O que é?

É a interrupção da gravidez pela morte do feto ou embrião, junto com os anexos ovulares. Pode ser espontâneo ou provocado. O feto expulso com menos de 0,5 kg ou 20 semanas de gestação é considerado abortado.

_ Tipos de aborto:

Espontâneo: sua causa no peimeiro trimestre normalmente é por disturbios genéticos, no segundo trimestre o ovo é expulso devido a causas externas a ele (incontinência de colo uterino, má formação uterina, insuficiencia de desenvolvimento uterino, fibroma, infecções do embrião e seus anexos.

Provocado: pode ser descrito como a morte medicamente induzida de um embrião ou um feto no útero materno, vários métodos podem ser utilizados para atingir este fim.

– Consequências do aborto:

Coloca a vida da mulher em risco, mesmo que o precodimento cirúrgico possa correr bem a mulher não está livre de ter problemas a longo prazo. Em alguns casos a prática do abortopode resultar em morte da mulher. As principais causas de morte relacionadas com o aborto induzido resultam de infecções, hemorragias e perfurações uterinas.

– O aborto no Brasil:

O aborto no Brasil atualmente é crime, exceto em casos de estupro e de risco de vida materno. A proposta de um Anteprojeto de Lei, que está tramitanto no Congresso Nacional, alterando o Código Penal, inclui um,a terceira possibilidade quando da constatação de anomalias fetais.

– Minha opinião:

Se trata de assunto delicado, na verdade nem tenho opinião formada sobre isso, mas penso que cabe a cada mulher decidir por sua vida e por seu corpo. É claro que não concordo com casos de mulheres irresponsáveis que não se cuidam e usam o aborto quanse que como “solução premeditada”. Renso que não cabe a uma Assembléia de polícos resolver sobre a vida da mulher e da criança que nasceria. Me coloco no lugar dessas mulheres, primeiramente como religiosa e defensora da vida sou contra o aborto, mas e se fosse comigo?? O que eu faria?? Não sei responder, posso dizer que nunca abortaria, mas será que se engravidasse agora eu continuaria a ter essa opinião? Talvez EU quisesse tomar a  decisão de abortar ou não, seria uma decisão minha e não de políticos que nem sequer sabem que eu existo e muito menos sabem das minhas dificuldaes pessoais. Portanto sou a favor da legalização do aborto,  não aconselharia ninguém a abortar. Sou contra o abortomas não a condenação de mulheres que por seus motivos  decidem abortar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: